sábado, 19 de novembro de 2011

Tília.

Vista no Jardim da Procuradoria geral da Republica em Lisboa, ao Rato, estas Tílias vestem-se das cores de Outono...e que belas que ficam nesta altura do ano. Uma árvore magnifica, a Tília.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Chuvas de Novembro.

Novembro trouxe as chuvas e o frio aos campos, tudo se transforma...as árvores perdem as folhas e o interesse diminui nos jardins. No entanto, alguns frutos trazem uma certa alegria, como esta romã, fruto da árvore Punica granatum, sempre o achei lindíssimo!

Os Goivos brancos continuam a dar flor, para eles a estação parece não ter mudado...as couves tornaram-se gigantes, parecem adorar este tempo, pois cresceram rápido ao sabor das chuvas. Tanto os goivos como as couves, pertencem à família Brassicaceae, e parecem todos dar-se bem com o Outono.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Jardim Botânico da Ajuda.







São algumas das fotos que tirei há umas semanas atrás no Jardim Botânico da Ajuda, aquele que foi o primeiro jardim botânico de Lisboa, construído em 1768. É sem duvida um lindíssimo jardim, e em termos de colecções botânicas, parece-me muito melhor organizado que o Jardim Botânico da universidade de Lisboa. O Jardim esta essencialmente dividido em dois patamares, um é constituído por árvores tropicais e sebes de buxo, sebes estas que podem ser incluídas dentro das maiores da Europa. O patamar superior é dedicado à sistemática das colecções vegetais e incluem flora nacional, macaronesia assim como da América do Norte e tropical. As fotos de cima para baixo:
  1. Área de sistemática, plantas da África do Sul;
  2. Kalanchoe beharensis;
  3. Crisantemos;
  4. Patamar inferior e Araucárea;
  5. Patamar Superior, Carvalhos;
  6. Fonte e canteiros das colecções.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Num Terraço.




No cimo de um conhecido centro comercial de Lisboa existe este espaço ajardinado, que apresenta um tipo de plantação bem interessante. Stipa tenuisssima (família Poaceae) aparece em grande destaque, juntamente com bambus e Cotoneaster, mas a estrela parece-me ser o arbusto de cor prateada que permite destacar as outras plantas que o envolvem. Infelizmente não sei o seu nome, será uma Artemisia? Santolina? Não tenho a certeza de qual é...mas, o seu valor ornamental é indiscutível.