terça-feira, 29 de outubro de 2013

Ao sol de Outubro.

 Pennisetum setaceum 'Rubrum'


 Pennisetum, Stipa tenuissima e Phormium 

 Pennisetum setaceum 'Rubrum' e Stipa tenuissima



Início da poda do Pennisetum s.




Espigas de Pennisetum s. ao sol de Outono.
Há cerca de um ano atrás falei aqui sobre este mesmo jardim, foi apenas uma pequena apresentação, pois muito tem evoluído o espaço desde que falei nele pela primeira vez. Está um jardim lindíssimo! Isto porque a escolha de plantas foi inteligente e o desenho do espaço é bastante bom, acabando por ganhar muito com o crescimento das plantas.  

A planta fundamental do espaço é a Pennisetum setaceum (tenho alguma dificuldade em classificar porque acho que a planta tem mudado de nome varias vezes), os canteiros ganharam muita textura com o desenvolvimento desta planta, que acabou por atingir um tamanho considerável em apenas um ano. 

É um espaço ganho pela cidade, quem todos os dias sai do metro na estação do Campo Grande é brindado com este pequeno jardim.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

O Outono cai sobre a "High Line"





As fotos não são minhas como é óbvio, mas o meu desejo de conhecer a "high line" é grande, e isso acabou por se reflectir neste espaço. Tinha que arranjar forma de incluir um post sobre a "high line" no Outono. O outono na "high line" é realmente interessante...as plantas escolhidas sendo de um clima temperado, reflectem a passagem das estações, e adquirem cor de acordo com a exposição solar. Quer isso dizer que a pigmentação de Outono é bastante intensa e de cores muito fortes (embora Lisboa fique à mesma latitude de Nova Iorque, aqui são menos intensos, devido à corrente do golfo).

Outra forma de manter o interessante a "high line" durante todo o ano, foi garantindo que as plantas não fossem cortadas logo no Outono, mas apenas no final do Inverno, mantendo assim a textura da vegetação, que depois é reforçada com as geadas e a queda das primeiras neves.

O parque na "high line" foi aberto ao publico em 2009, construído sobre uma antiga linha elevada de caminho-de-ferro que se encontrava desactivada. Desde a sua abertura, o parque foi logo um estrondoso sucesso! Vários arquitectos paisagistas desenharam a "high line", inclusive Piet Oudolf, que está na base do projecto de plantação.



http://www.flickr.com/photos/28722563@N05/5190967174/in/photolist-8UH4G3-8UEj1D-8UEkmz-8UGLyE-8UHzYY-8UDQNc-8UHesW-8UGZfE-8UEeBk-8UHh4U-8UE6jc-8UDHhK-8UEyFr-fkvZVQ-d2cG87-dtHHEx-awt5aS-bELrq7-dvfck9-dvePm9-dv9E9K-dv9UoT-dvfd2s-dv9AKg-dv9jEe-dveX6q-dvfqUN-dv9fDM-dvfwJN-dv9jWT-dvfa3y-dvfrqJ-dv9bKn-dv9SHe-dv9iPe-dv9cyB-dvfx3L-dv9vET-dvfvq1-dvfwjL-dv9QCg-dv9VCt-dv9p9F-dvfvYA-dv9gmi-dv9xLg-dv9ui2-dveS87-dvffKG-dvfb5S-dv9G8x

http://www.flickr.com/photos/59138100@N08/8132676825/in/photolist-doE6tX-doDZAk-doE843-dijEFn-8Lu2ys-aJn7je-eb4QVx-gbUFy9-8Lufso-8UE1Vg-8UEbDk-8UDLvg-8UExvB-8UDKqp-8UGTzd-8UEhxT-8UEs8P-8UDSmD-8UEv64-8UGN99-8UH3mo-8UHs1y-8UEzV2-8UE3gZ-8UE4St-8UHx15-8UGRZ7-8UHk6Y-8UEmGD-8UHd2m-8UHuk7-8UEpmK-8UEtZK-8UDWHi-8UGXLj-8UE7CZ-8UH4G3-8UEj1D-8UEkmz-8UGLyE-8UHzYY-8UDQNc-8UHesW-8UGZfE-8UEeBk-8UHh4U-8UE6jc-8UDHhK-8UEyFr-fkvZVQ-d2cG87

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Anémona de Outono.

Anemone hupehensis

Pormenor da flor

Uma das minhas plantas preferidas desta época do ano, é a Anemone hupehensis ou Anemone japonica...são uma grande inspiração, quando tudo parece começar a entrar em decadência no jardim, revelam-se em toda a sua beleza. As flores são algo frágeis, mas sem duvida singulares. São uma excelente aquisição para quem quer variar um pouco no tipo de Plantas que tem no jardim... 

O seu cultivo não é difícil, embora eu tenha tido um grande problema com o cultivo desta planta, pois no Verão ficaram sem serem regadas durante demasiado tempo e toda a parte aérea acabou por morrer. Neste momento encontra-se a despontar novamente, mas flores nem vê-las.
Tudo o que precisa para o seu cultivo é um solo rico em matéria orgânica e algo húmido, ou pelo menos que não seque completamente, sobretudo no primeiro ano de vida, até a planta se estabelecer. Depois disso, até aguentam alguma seca. Mas atenção, no nosso clima, é necessário cultiva-la à sombra de outras plantas, ou de árvores caducas, é sempre necessário ter atenção às regas nas alturas de maior calor.

Se tiver atenção a estes cuidados básicos vai ter sucesso, pois é uma planta bastante fácil de cultivar.

Em Lisboa, pode ser vista no Jardim Botânico da Universidade de Lisboa ou nos jardins da fundação Gulbenkian, onde existe em grandes quantidades nos terraços do edifício principal (embora as ultimas chuvadas tenham estragado muita flor).