quinta-feira, 29 de maio de 2014

Phlomis italica

Phlomis italica
Phlomis italica e Verbascum sp
Mais uma planta que já tenho há alguns anos no jardim, mas que só este ano entrou em floração: Phlomis italica. Embora o nome possa levar em erro, esta planta não é originaria da península Itálica mas sim das ilhas balneares. É bastante ornamental e já é usada há muitos anos nos jardins do Norte da Europa, é bastante tolerante à seca no Verão e prefere um solo bem drenado. É também atractiva para as abelhas e borboletas.

domingo, 18 de maio de 2014

O meu Jardim em Maio

Hemerocallis, Echinops, Stachys, Liatris, Achillea, Stipa, Penissetum, Cosmos, Verbena

Aquilegia "McKana"
Aquilegia alpina
Stachys lanata, Nigella, Stipa tenuissima
Nigella damascena e Armeria

Artemisia schmidtiana

Achillea filipendulina, Stachys e Pennisetum

Verbena bonariensis ao fundo.

Nigella damascena

Cynara carduncylus, Stachys lanata.

Echinops ritro ainda sem a cor azul característica.

Lychnis coronaria, Stipa tenuissima e Nigella
E assim se encontra o meu jardim neste momento. Como não conseguia decidir qual a melhor foto, acabei por colocar varias fotos do jardim neste momento, mesmo que sejam bastante semelhantes. Devo dizer que até estou contente com o resultado até ao momento, foi a primeira vez nestes três anos que consegui ter um numero suficiente de plantas para fazer algo mais interessante. Neste momento, a pesar de não haver ainda uma grande explosão de flores, são as diferentes texturas e justaposições que tornam o jardim mais apelativo. 

Lychnis coronaria, mudou de género e é agora chamada Silene Coronaria tendo como nome comum, Candelària dos jardins. É uma planta bianual ou perene de vida curta, pertencente à família Caryophyllaceae. É bastante tolerante a condições de secura, sendo o conjunto das suas flores magenta bastante elegante. Pode ser prolongada a vida da planta se se cortar todas as hastes florais após a floração, evitando assim a formação de semente.

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Jardim Botânico em Maio

Aquilegia sp.

pormenor da flor de Aquilegia

Amsonia tabernaemontana

Verbascum thapsus
Fatsia japonica da família Araliaceae, a mesma família da hera.

vista do lago na "Classe"


Gladiolus communis
Cycas
Exemplo de Algumas das plantas que podemos encontrar em floração neste momento no Jardim botânico da universidade de Lisboa . Não são precisas grandes descrições, a beleza das imagens falam por si.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Campanulaceae

Campanula lactiflora no jardim botânico de Lisboa
Campanula lactiflora
Trachelium caeruleum (http://www.flora-on.pt/#/hRfb0)

Aqui fica mais uma família de plantas com importância ornamental: as Campanulaceae. São uma família cosmopolita, mas mais concentradas no hemisfério Norte. As flores são, em forma de sino, daí o seu nome, consistindo numa corola de tubo estreito, com pequenos lobos e com os dois sexos na mesma flor. Muitas são azuis. 

Apresento dois géneros desta família: Campanula, fotografada no jardim botânico e Trachelium, frequentemente encontrada em muros e orlas de floresta.

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Gerânios no Jardim Botânico.

Geranium sanguineum

Geranium sanguineum

Geranium maderense

Geranium albanum

Geranium sanguineum
Estes são alguns dos gerânios que se podem encontrar neste momento em floração no jardim botânico de Lisboa. Dois deles são gerânios rústicos: G. sanguineum e G. albanum e outro tem origem sub-tropical, o magnifico Geranium maderense. Os gerânios rústicos são especialmente úteis para quem desenha um jardim, no nosso clima, sobretudo para zonas de sombra e meia sombra. Suportam bem a seca na verão. 

 "When in doubt, plant a geranium" -Margery Fish