terça-feira, 18 de Novembro de 2014

O jardim adormece...


Canteiro de aromáticas e romanzeira.
Spring garden

Horta
Phlomis tuberosa

Framboeseiras
Serra de Montejunto

À medida que o Outono vai avançando, o jardim vai adormecendo aos poucos mas, a fase de dormência de Inverno pode também reter algum interesse, sobretudo a nível de texturas que resultam do decaimento sazonal.  

Também a estrutura do jardim pode ser melhor apreciada com o cair das folhas e desaparecimento de algumas anuais. Os Caminhos e canteiros que tenho disponíveis tornam-se agora mais evidentes, e com eles, tudo o que posso ainda preencher com plantas: trabalho para os próximos meses!

sexta-feira, 7 de Novembro de 2014

Novembro no Jardim Gulbenkian.


Lodão
Rosa rugosa
Geranium sanguineum

Buddleja

Novembro começou bastante ameno e convida a sair de casa, um dos meus locais preferidos em Lisboa é o jardim da fundação Gulbenkian, onde há sempre algo de interessante independentemente da estação do ano. 
Desta vez destaco Beddleja, Geranium e Rosa, para além da lindíssima árvore que é o lodão.


terça-feira, 28 de Outubro de 2014

As hortas da Quinta da Granja.










Em Agosto de 2011, escrevi aqui sobre o novo jardim de hortas urbanas que estava a ganhar forma para os lados de Benfica. Hoje, 3 anos depois, as hortas estão belíssimas e Lisboa definitivamente ganhou mais um jardim, este bem produtivo, por sinal. Dá gosto ver tantas pessoas a aproveitar um terreno que antes era praticamente um baldio.

quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Regresso ao parque das Caldas.




Cedrus atlantica "Pendula"

Leucojum autumnale
Alameda de plátanos 

De regresso ao parque D. Carlos I nas Caldas da Rainha, agora com o início do Outono a ser mais evidente em toda a atmosfera do parque. As primeiras folhas começam a cair, ainda que o tempo esteja anormalmente quente para esta época do ano, pois as grandes chuvadas do ultimo mês acentuaram igualmente o decaimento. 

Destaco aqui a Cedrus atlantica, que é provavelmente a minha conífera preferida, esta é a variedade "pendula" que é especialmente elegante.

http://www.missouribotanicalgarden.org/PlantFinder/PlantFinderDetails.aspx?kempercode=d383

terça-feira, 14 de Outubro de 2014

Jardim na Estação de Comboios.

 Estação de comboios de Torres Vedras, na Linha do Oeste.

Hemerocallis, Oenothera e Salvia


Salvia, Rudbeckia e Hydrangea



Rudbeckia e Tagetes


Nas fotos está a estação de Torres Vedras na Linha do Oeste, que há cerca de duas semanas encontrava-se ainda bastante florida, com flores típicas do final do Verão. Que bom foi ver que ainda há quem mantenha as estações em flor, não só porque gosto de plantas, mas sobretudo porque acho que esta é uma forma bastante válida de lutar contra os rumores de fecho da Linha do Oeste, uma das mais belas linhas de caminho de ferro deste país. 

Segundo o que me contaram, antigamente, talvez nos anos 50 do século passado, houve um certo concurso a que se chamava "concurso das estações floridas", que entregava um prémio para a estação com o melhor jardim, prémio esse bastante chorudo para a época.  

São estas pequenas tradições que tantas vezes fazem a diferença, é uma pena que não haja a coragem de saber manter as boas tradições.