Nova Ribeira das Naus.


 A Ribeira das Naus é talvez um dos espaços com maior carga Histórica em Lisboa, e o estado em se encontrava até agora é, no mínimo, pouco dignificante. Felizmente existe um projecto de requalificação interessante para esta zona, que está agora em fase de execução. São uns valentes milhões de euros gastos, numa altura de crise, espero que valha a pena e que a requalificação resulte num espaço a ser utilizado por todos. Estão prometidas muitas árvores e espaços ajardinados, mas uma coisa esta-me a deixar perplexo, então não é que umas boas dezenas de plátanos de grande porte estão prestes a ser abatidos??! Então os senhores arquitectos paisagistas não se lembraram de integrar estas árvores no projecto? Alguém se esqueceu que "árvores" são seres vivos e levam décadas para chegar a um porte considerável, alguém se esqueceu que árvores são um bem comum, e que não nos podemos dar ao luxo de desperdiçar, sobretudo numa cidade com Lisboa, que tem tão poucas zonas verdes...


Plátanos para abate!

Comentários

  1. always sad to see stately old trees felled. But if they plant new trees?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diana, these are mature trees, probably have been there for more than 20 years, I think there is no excuse for have them killed, only because they didn´t fit in the new garden´s design! :(

      Eliminar
  2. Já conhecia este projecto da PROAP. Estou curioso para vê-lo construído.

    James, nunca mais lhe respondi ao seu post sobre o Dipsacus (aos meses que foi, peço mesmo desculpa). Neste momento não lhe arranjo sementes porque eu nem as recolhi. Posso é arranjar-lhe algo (a meu ver) melhor. Que são plântulas de Dipsacus (que se autorressearam às dezenas) e muitas estou a aproveitar para transplantar para outras partes do jardim. Posso envasar algumas e dar-lhe. Eu no início só plantei mesmo três pés e agora tenho dezenas (isto após uma geração apenas).

    Já agora pergunto-lhe como arranjou a Perovskia, as Achillea e a Hemerocallis do seu jardim.

    Quando puder passe no meu blog que estou finalmente a actualizar e está com fotos interessantes do ano passado. Para esta primavera e verão também estou à espera de uma série de resultados positivos de coisas que estive a preparar desde o outono.

    Também vou experimentar semear esta primavera uma série de plantas novas:
    Digitalis ferruginea, Digitalis parviflora, Asclepias tuberosa, Pulsatilla vulgaris, Allysum, Gypsophila paniculata, Helleborus orientalis, Foeniculum vulgaris 'Bronze', Salvia sclareae gramíneas novas (Anemanthele lessoniana/Stipa arundinacea, Calamagrostis brachytricha e Muhlenbergia capillaris.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pedro, bem isso seria excelente se pudesse arranjar o Dipsacus, até hoje não consegui, mas como fazíamos? Vem a Lisboa?
      As Achileas foram-me quase todas oferecidas, mas a Perovskia consegui por cortar pequenas estacas de um jardim aqui perto de minha casa ;)pegaram mto bem, e logo no primeiro ano atingiram um porte interessante. São plantas fantásticas, com uma floração mto mais prolongada que as alfazemas , e também com um porte diferente.
      Quanto às Hemerocallis tenho neste momento 4 variedades: a "Rajah" comprei no LIDL, sem duvida a melhor, logo o ano passado fartou-se de dar flor. Depois tenho "stella d'oro", que não floriu ainda, também comprada no Lidl. Ofereceram-me outras duas, uma amarela que já deu flor, e Hemerocalis fluva, a única espécie das quatro, e que costuma crescer vigorosamente, mas no meu jardim pensei que ia crescer mais no primeiro ano, acho que o solo é demasiado pesado! Se quiser posso-lhe arranjar este fluva, que quem me deu tem muitos. Os outros este ano ainda não os vou dividir, mas o "Rajah" é sem duvida a variedade a apostar, cresce mto rápido e dá mts flores, posso lhe dar depois se não conseguires entretanto.
      Ainda não tinha reparado que o seu blog estava actualizado, passei por lá. Excelentes fotos! ;)

      Eliminar
    2. James, se puder deixe-me o seu contacto de email. Não tenho nenhuma ida a Lisboa programada mas é algo que às vezes combino pois tenho muitos amigos na capital. Vou envasar então alguns dipsacus em vaso para lhe levar. Diga-me só se tem ideia de quantos gostaria de plantar. Os meus eu tenho tentado por em espaços que sei que depois de morrerem no 2º ano são rapidamente ocupados por plantas vizinhas ao "alargarem".

      Nunca vi as Hemerocallis à venda no Lidl. Por volta de que altura costumam estar? É vendido também em bolbo certo?

      Adorava experimentar a perovskia. Acha possível arranjar-me plantas jovens por estacaria?

      Obrigado. Em breve actualizarei o blog com fotos de bolbos (crocus) que plantei no outono e já estão a florir :)

      Eliminar
    3. Pedro, consigo arranjar a perovskia, assim que passar pelo tal jardim trago umas estacas, pega bastante bem!
      Quantos aos Hemerocalis devem estar aí a surgir à venda no Lidl, geralmente aparecem numas caixas pequenas, com as plantas sob dormência (não são bolbos, são uma espécie de rizomas difusos) vendem juntamente com varias outras perenes. Geralmente estão junto às caixas registadoras.
      Se conseguires então os Dipsacus seria excelente!! umas 2 ou 3 plantas chega, fica com o meu mail: jaime.eusebio@gmail.com

      Eliminar
  3. Este é um projeto que muitos dizem ser excecional. Não é. Infelizmente o(s)responsáveis pela obra esqueceram-se das Pessoas com Mobilidade Reduzida. Caminhar em cima de pedra ou rolar (para quem depende de uma cadeira de rodas) é um pesadelo, é simplesmente impossível. Vivam os nossos arquitetos do Sec.XXI. Abr
    http://minutoacessivel.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares