quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

O jardim dorme...

Canteiros centrais
Echinops com geada / Iris unguicularis / Helleborus nige
Helleborus x hybridus / Stachys com formação de gelo  / Viola odorata / Helleborus 
Janeiro no meu jardim é quase sempre o mês mais frio. As temperaturas durante a noite descem até graus negativos e o solo prolonga o frio durante o dia, mantendo as raízes a baixas temperaturas, apesar dos valores amenos verificados à luz do dia. Mas está tudo certo assim, as plantas devem fazer a sua pausa invernal, antes de um novo ciclo vegetativo se iniciar. É assim que deve ser, por isso a geada é bem-vinda para a maioria das plantas que tenho.

Neste princípio de ano, são os Helleborus os primeiros a florir e começam agora a despertar. Um deles em particular levou 3 anos até aparecer a primeira haste floral. Foi uma pequena plantula que eu trouxe do jardim botânico da Ajuda e que, aparentemente, reteve alguma da coloração interessante da planta mãe. Quando se reproduz um Helleborus por semente há sempre uma elevada probabilidade de obtermos plantas com flores mais simples e algo desinteressantes. 

Quem aproveita esta altura do ano para florir é a Iris unguicularis, mas só enquanto não há chuva. Não se importa de todo com o frio, mas se começa a chover as frágeis flores são facilmente danificadas. Esta Iris é uma daquelas plantas que aconselho a todos experimentarem, não só pela sua flor e elegância suave das folhas, mas sobretudo por ser uma das poucas Iris a florir nos meses mais frios. 

Entretanto, a maioria das outras vivazes dorme ainda...aguardemos pelo início da Primavera. 

2 comentários:

  1. está tudo com bom aspecto, daqui a 3 meses actualizações, esperemos que chova bem em fevereiro

    ResponderEliminar